25 de Agosto de 2015

Minha Caixinha GlamBox

por Iasmin Heck

15 de Setembro de 2015

Resenha do livro Um Caso Perdido

por Iasmin Heck

07 de Julho de 2017

Miss Brasil Mundo & Mister Brasil CBN 2017

por Anna Mellado

19 de Outubro de 2016

24 anos do Mc Duduzinho

por

28 de Março - Por Anna Mellado
comentários

Conheça a cantora Paola Matos

Paola Matos faz show de lançamento da campanha de financiamento coletivo do seu novo CD "Cor"

 

Olá pessoal, vamos falar de música? A revelação da MPB Paola Matos, de 24 anos, está dedicada à campanha de financiamento de seu novo CD, "Cor", que está em fase de pré-produção. A artista, que comanda a produção de seu novo trabalho autoral, conta com o apoio do irmão Diogo Matos e de Adriano Sperandir. O repertório vai trazer músicas de diversos compositores e composições autorais da cantora.

 

 

O álbum "Cor" busca criar uma relação inter-sensitiva entre músicas e cores. "Cada experiência artística que vivenciamos é construída a partir de todos os nossos sentidos, ainda que a obra apreciada esteja relacionada diretamente a apenas um ou dois deles", explica Paola.

Influenciada pelo gosto musical de seu pai, com quem aprendeu a ouvir artistas como Chico Buarque, Elis Regina, Maria Rita, Gonzaguinha, Milton Nascimento, Djavan e outros, e pelo seu irmão músico, Diogo Matos, que percebeu sua afinação, a gaúcha de Santa Maria teve as primeiras experiências nos palcos aos 10 anos de idade, onde apresentava-se em festivais estudantis e a partir daí não parou mais.

A paixão pela música despertou seu interesse em participar do coral da escola e a seguir com os estudos de técnicas vocais com a professora Liége Schneider, em sua cidade natal. Aos 17 anos, Paola começou a cantar em festivais profissionais. Não levou muito tempo para receber o prêmio de Melhor Intérprete no Festival de Música da Juventude, realizado pela Secretaria da Juventude de Porto Alegre, e na Tertúlia Musical Nativista. "Os festivais de música no Rio Grande do Sul são muito comuns e servem como porta de entrada para os artistas", revela a cantora.

Em 2013, seu primeiro trabalho autoral, "Brasileirice", foi muito bem recebido pelo público e pela crítica; sendo distribuído nacionalmente pela gravadora Fina Flor. Por sua performance vocal no projeto, levou pra casa o prêmio de Cantora Revelação do Prêmio Açorianos de Música de Porto Alegre, em 2014, e este foi o momento da virada em sua carreira. Após conquistar o público do Sul, a cantora decidiu se mudar para o Rio de Janeiro para ampliar os horizontes e buscar novos espaços para seus projetos. 

 

A campanha de financiamento coletivo acontece por 60 dias. Para colaborar, basta entrar no “link”  https://www.kickante.com.br/campanhas/album-paola-matos, e os participantes adquirem previamente a versão física do trabalho. Não vai ficar de fora, né? Vamos colaborar com a carreira dessa menina tão talentosa!

 

Conheça o trabalho da Paola e não se esqueça de se inscrever em seu canal do youtube ;)

 

Créditos: CERCON Entretenimento

 

Redes sociais da Paola: 

Facebook: https://www.facebook.com/PaolaMatosOficial/

Instagram: https://www.instagram.com/paolamatosoficial

 

Um beijo e até a próxima,

Anna

Facebook do Blog

Instagram do Blog

E-mail para contato: blogsobretudocomelas@gmail.com



Compartilhe


14 de Setembro de 2016

Música: um remédio para a vida

por

05 de Agosto de 2016

Playlist bacana

por

13 de Setembro de 2016

Entrevista: Cristina Mel

por

27 de Março - Por Anna Mellado
comentários

Páscoa Solidária em Petrópolis

Solidariedade: Alunos do Colégio Pensi promovem campanha por uma Páscoa mais feliz em Petrópolis

 

A Páscoa é uma época muito esperada, pois sempre ganhamos chocolates todos os tipos, não é mesmo? Mas, você já parou para pensar que nem todo mundo tem condições de comprar um chocolate? Não é uma data tão especial assim para todos... E é nesse período, que muitas campanhas solidárias aparecem, justamente para alcançarem essas pessoas mais necessitadas, para que possam comemorar a Páscoa de forma mais alegre. É o caso do Colégio Pensi Petrópolis, que está organizando uma campanha muito bonita. Confira:

 

Os alunos do Colégio Pensi Petrópolis estão promovendo uma campanha para arrecadar chocolates e tornar mais gostosa e alegre a Páscoa das crianças carentes da Cidade. A intenção é mobilizar as famílias e quem quiser participar da iniciativa, pode deixar sua doação na secretaria da escola, que fica na Avenida Koeller, número 130, até dia 29 (quinta-feira) quando as doações serão distribuídas em instituições que cuidam de famílias e crianças carentes.

 

A ideia de envolver a escola em uma campanha solidária foi do estudante Lucas Ventura e logo ganhou a adesão dos colegas da unidade Petrópolis e da própria direção, que deu total apoio a iniciativa, como contou a diretora, Maria Elisa Peixoto: ′Percebemos que seria um momento importante para trabalhar a solidariedade e a consciência social, um dos princípios da formação do indivíduo, que permeia o processo educativo. Como não abraçar uma campanha que nasce no "coração­" do nosso aluno?′, disse.


Não a é a primeira vez que o Pensi Solidário entra em ação. No Dia das Crianças do ano passado, a campanha organizada por uma comissão de alunos, arrecadou mais de 300 brinquedos novos e usados, com a participação das famílias dos estudantes, numa corrente de solidariedade. A entrega foi marcada por um grande aprendizado e rendeu frutos, que é a vontade de transformar também a Páscoa de muitas famílias numa ocasião mais feliz.

 

Então já sabe, né? Vamos já ajudar essa campanha! É sempre muito importante pensar no próximo e não apenas em si mesmo. Sua ajuda é MUITO importante!

Mais informações:  (24) 2237-3960 ou (24) 99901-2609.

 

Créditos: Assessoria de Imprensa do Colégio Pensi
 
 
Beijos,
 
Anna
 



Compartilhe


16 de Março de 2016

173 anos da Cidade Imperial :)

por

03 de Agosto de 2015

Festival de Food Truck

por

08 de Novembro de 2015

De Petrópolis para o mundo!

por

08 de Março - Por Anna Mellado
comentários

5 grandes conquistas das mulheres no Brasil

Olá mulheres lindas! Hoje, 8 de março, é nosso dia, o Dia Internacional da Mulher. Este dia representa toda nossa batalha durante anos de repressão e preconceito, além de exploração - de todos os tipos, entre muitos outros obstáculos. Por isso, em parceria com o Escritório Almeida e Torres Advocacia, trouxemos agumas conquistas extremamente importantes da mulher brasileira.

 

A história em torno da homenagem é alimentada por lendas e fatos marcantes. No entanto, a primeira celebração internacional ocorreu em 1968 no Estados Unidos — quando aproximadamente 1.500 mulheres se manifestaram a favor da igualdade política e econômica no país.

No Brasil, o progresso dos direitos das mulheres também avançou significativamente ao longo dos anos. Por tal motivo, listamos 5 grandes conquistas para ajudá-lo a conhecer melhor tais triunfos. Gostaria de saber mais? Então, continua a sua leitura!

 

1. Voto

Nem sempre, as mulheres puderam votar. Foi somente em 24 de fevereiro de 1924 que elas conquistaram esse direito no Brasil. Ainda assim, num primeiro momento, o ato de cidadania foi permitido apenas para às viúvas, casadas ou solteiras que tivessem a própria renda.

Em 1934, as restrições foram abolidas. E pouco mais de uma década depois, em 1946, o voto feminino tornou-se obrigatório (uma conquista e TANTO!).

 

2. Estatuto da mulher casada

Foi essa modificação que transformou sensivelmente a posição das mulheres na sociedade brasileira.

Contrariando o autoritarismo da Constituição de 1937 e o conservadorismo do Código Civil de 1928, o estatuto revogou alguns pensamentos retrógrados relativos à capacidade feminina — mesmo não oferecendo a total plenitude dos direitos.

Se antes as mulheres estavam submetidas às vontades dos homens, com as alterações no código civil, elas ganharam mais liberdade para exercerem sua competência civil. Assim, resgataram a possibilidade do poder sobre seus filhos no caso de uma separação, bem como, a necessidade de se fazer ouvida numa relação matrimonial.

 

3. Licença-Maternidade

Em 1943, com a criação da Consolidação das Leis Trabalhistas, a licença-maternidade foi instituída no país. Porém, inicialmente, o período era equivalente a 84 dias.

Além disso, nessa época, o empregador era o responsável pelo finaciamento da licença — o que acabava gerando muitas demissões. A partir de 1963, a Previdência Social tornou-se o órgão federal, oficialmente, encarregado do benefício.

Entretanto, a estabilidade empregatícia  das mulheres grávidas se transformou num problema até a Constituição de 1988. Hoje, a carta magna estabelece um prazo de 120 dias de licença e garante o emprego das trabalhadoras, após o retorno.

Atualmente, vale destacar que também existe o programa Empresa Cidadã. Uma iniciativa que envolve os estados, municípios e muitas empresas privadas. Desde 2008, os participantes desse projeto oferecem as empregadas um período de 180 dias de licença.

 

4. Ensino superior

Nos Estados Unidos, o registro da primeira mulher a cursar uma faculdade é do ano de 1837. Entretanto, no Brasil, o decreto imperial que permitiu tal acesso é de 1881.

No ano de 1887, Rita Lobato Velho Lopes, se formou a primeira médica matriculada em uma instituição brasileira. Contudo, o fato aconteceu 70 anos após a abertura da primeira faculdade do país.

Na sua tese de conclusão, Rita defendeu o seguinte tema: "A operação cesariana".

 

5. Lei Maria da Penha

A farmacêutica Maria da Penha Maia Fernandes ficou paraplégica depois de tantos episódios de violência e diversas tentativas de homicídios pelo próprio esposo. O seu sofrimento físico, psicológico e familiar durou  23 anos. Por tal motivo, ela acabou se tornando a figura que materializou os objetivos da introdução da Lei Maria da Penha no código penal brasileiro.

Por isso, em 2006,a legislação foi sancionada e possibilitou a criação de dispositivos legais para a punição e prevenção de casos de violência contra as mulheres.

Vale destacar que o caso de Maria da Penha foi condenado na Corte Intramericana dos Direitos Humanos (CIDH). Dessa maneira, incentivou uma maior rigorosidade legal para esses casos no país. Desde então, dados estatísticos indicam que a legislação contribuiu para uma redução de 10% dos crimes.

 

A luta segue em frente, firme e forte!

Embora os direitos das mulheres continuem avançando, a luta é diária e constante. A violência, por exemplo, é um dos fatores mais preocupantes. Algumas pesquisas recentes realizadas no Brasil apontam que houve um crescimento no número de feminicídios em 2017 — são cerca de 12 mulheres assassinadas diariamente.

Para a advogada Ingrid Almeida, apesar de tantos anos de esforço pela ampliação dos direitos, talvez, o momento não seja de tanta celebração.

— Se qualquer um brasileiro pesquisar os dados da Organização Mundial de Saúde, vai descobrir que o país ocupa a 7° posição entre os lugares mais violentos para as mulheres. Isso é triste, pois a lista conta com um total de 83 países. O feminicídio é uma realidade brutal e por mais avanços que tenhamos conquistado, ainda há muito o que ser feito. Portanto, essa é uma batalha coletiva, sem distinção de gênero e que precisa contar com o apoio de todas as esferas da sociedade. — disse a advogada.


 

Por isso, mulheres, que estão lendo este post: em hipótese alguma deixem de denunciar QUALQUER caso suspeito de violência. A luta é grande, o preconceito EXISTE e a desigualdade é maior ainda, mas, aceitar a violência NÃO PODE SE TORNAR ALGO ROTINEIRO, pois temos o DIREITO de denunciar e seguir uma vida mais tranquila.

Desejamos a TODAS mulheres, lindas, trabalhadoras, guerreiras e poderosas que nos acompanham, um FELIZ DIA DA MULHER. Que você NUNCA deixe de lutar por seus direitos e nunca aceite ser humilhada, pois somos FORTES e não podemos desistir facilmente. Seria muito bom dizer que o mundo é um lugar tranquilo para nós, onde podemos ir e vir sem preocupação. Mas sabemos que não é. Então cuide-se, ame-se e proteja-se SEMPRE! 

Estaremos sempre JUNTAS nessa batalha! Vocês são mulheres poderosas, nunca se esqueçam disso! #GirlPower

 

 

Com muito amor,

Anna e Iasmin.

 

CRÉDITOS: Escritório Almeida e Torres Advocacia

 

Facebook do Blog

Instagram do Blog

E-mail para contato: blogsobretudocomelas@gmail.com



Compartilhe


19 de Maio de 2016

Entrevista: Daniel Baroni

por

12 de Junho de 2017

Sessão de fotos mostra peças da moda

por

24 de Dezembro de 2015

Tag: Os porquês da vida

por

Facebook

sobretudocomelas


Iasmin Heck


Iasmin Heck

Publicitária, futura jornalista, 23 anos e com um milhão de coisas na ...


Anna Mellado


Anna Mellado

21 anos, estudante de Jornalismo, apaixonada por dança, entretenimento ...


Os mais lidos


1

Entrevista: Cristina Mel
13/09/2016 por

Entrevista: Cristina Mel
13/09/2016 por


2

Marcos Mars (Olha Só Kiridinha)
08/06/2016 por Iasmin Heck

Marcos Mars (Olha Só Kiridinha)
08/06/2016 por Iasmin Heck


3

Entrevista com Amanda de Godoi
17/02/2016 por Anna Mellado

Entrevista com Amanda de Godoi
17/02/2016 por Anna Mellado


4

Malhação: Entrevista com Marcela Fetter
27/02/2016 por Anna Mellado

Malhação: Entrevista com Marcela Fetter
27/02/2016 por Anna Mellado


5

Moda Boho Chic
22/08/2015 por Anna Mellado

Moda Boho Chic
22/08/2015 por Anna Mellado

Instagram

@sobretudocomelas


Parceiros


Rafa Hernandes

Publicidade

Entrevistas
Moda
Beleza
Compras
Viagem
Famosos
Diversão
Decoração
Receitas
Resenha
Eventos
Outros
Contato
Sobre tudo com elas © 2018